DESTINO BRASIL: REGIÃO SUDESTE – ESPÍRITO SANTO | Fator 6 - Logística e Transporte de Passageiros

DESTINO BRASIL: REGIÃO SUDESTE – ESPÍRITO SANTO

Clique aqui e solicite um orçamento!

 

 

Nossas vans, ônibus e carros estão disponíveis e te levarão em segurança para região mais desenvolvida do país! Confira curiosidades do estado do Espírito Santo.

 

 

 

  • O estado limita-se com oceano atlântico a leste, com a Bahia ao norte, com Minas Gerais a oeste e noroeste e com o Rio de Janeiro ao sul.

 

  • É quarto menor estado do Brasil. Capital: Vitória, porém sua cidade com maior população e extensão o município de Serra.

 

 

 

 

  • Relevo: a maior parte do estado caracteriza-se como um planalto, parte do maciço atlântico. A altitude média é de 600 a 700 metros, com topografia bastante acidentada e terrenos arqueozoicos. Já na fronteira com MG, torna-se área serrana com atitudes superiores a 1000m.

 

 

  • Clima: possui 2 tipos principais: tropical chuvoso e mesotérmico úmido. O primeiro caracteriza-se por temperaturas elevadas durante o ano e médias térmicas superiores a 22ªC. O segundo sem estação seca, caracteriza-se por temperaturas baixas no inverno, porém ocorrem bruscas alterações climáticas.

 

 

 

  • Hidrografia e vegetação: está incluído em sua totalidade no bioma da Mata Atlântica, apresentando desde fitofisionomias florestais em áreas com altitude menor, até fitofisionomias abertas, em áreas com maior altitude. As zonas úmidas apresentam pouca vegetação rasteira, muitas epífitas e lianas. A zona serrada, possui desde florestas com muita vegetação rasteira até campos de altitude. Os principais rios dos estado são, Itaúnas, São Mateus, Doce e o Itapemirim.

 

 

  • Litoral: é rochoso ao sul, com falésias de arenito e também na parte central, com grandes morros e afloramento graníticos a beira mar, o litoral sil central é muito recortad com muitas enseadas e baias protegidas por rochas e afloramentos rochosos a beira mar, é arenoso ao norte, com prais cobertas por uma vegetação rasteira e extensas dunas.

 

 

 

 

  • Cultura:

 

MONUMENTOS: são tombados pelo IPHAN os seguintes monumentos: Igreja Nossa Senhora da Assunção, Igreja Nossa Senhora da Ajuda, Igreja dos Reis Magos, Solar Monjadim, entre outros.

 

FOLCLORE: as festas populares tradicionais mais distintas são as de Nossa Senhora da Penha, comemorações católicas de Santo Antônio, de São Pedro dos Pescadores, de Nossa Senhora da Vitória.

 

MÚSICA: o congo capixaba é um ritmo típico do estado, com origem indígena também teve a participação dos negros. Instrumentos utilizados: pau oco, barricas, taquaras, tambores, caixas, cuícas, chocalhos, etc.

 

INSTITUIÇÕES CULTURAIS: as principais se encontram na capital: Universidade Federal do ES (UFES), Instituto Histórico e Geográfico, Associação Espírito Santense de Imprensa, Academia de Letras, Associação Medica, Biblioteca Estadual, Tribunal de Justiça dos Comerciários, entre outros. O teatro mais relevante é o Theatro Carlos Gomes (1927).

 

  • Pontos Turísticos:

 

 

O litoral é basicamente dividido em três partes: a região central, onde ficam as cidades de Vitória e Vila Velha; a região do litoral sul, onde estão os municípios de Guarapari e Anchieta; e a região do litoral norte, que é destacado pela beleza de Linhares e Conceição da Barra.

 

Vitória:

 

Praia do Camburi: é a principal praia de Vitória,. Concentra atividades culturais e esportivas, promovidas pela prefeitura da cidade. Aqui, você encontra várias opções de hotéis, quiosques, restaurantes e bares que, geralmente, tem como prato principal a moqueca e a torta capixaba.

 

 

Palácio Anchieta: é a sede do poder executivo do Estado. Fica em frente ao Porto de Vitória.

 

 

Convento São Francisco: foi construído no final do século XVI pelos padres franciscanos frei Antônio dos Mártires e Antônio das Chagas. Tombado pelo Conselho Estadual de Cultura, demarca o espaço do que foi o primeiro convento construído na Região do Brasil.

 

 

Convento Nossa Senhora do Monte do Carmo: fundado em 1682 por padres carmelitas, sua arquitetura possui estilo colonial, com linhas barrocas.

 

 

Catedral Metropolitana de Vitória: é símbolo da cidade. Foi tombada em 1984 e é um dos monumentos monitorados com visitas guiadas.

 

 

Outros atrativos: Parque da Pedra da Cebola, Capela de Santa Luzia, Mosteiro Zen Morro da Vargem, Parque Botânico, Ilha do Boi, Projeto Tamar, Pier de Iemanjá, entre outros.

 

Vila Velha: colada a Vitória recebe muitos turistas para aproveitar as praias badaladas. Alguns pontos no município:

 

Convento Nossa Senhora da Penha: com romaria, missas e até shows musicais, o local está instalado no alto de um morro.

 

 

Praia de Guarapari: é um dos mais importantes circuitos turísticos. A estrada passa pelos antigos caminhos utilizados para transportar o ouro das minas, que liga a região central do estado às cidades do Rio de Janeiro e Parati. Os diferentes roteiros deste circuito apresentam atrativos históricos, culturais e naturais para seus visitantes.

 

 

Parque Nacional do Caparaó: é um dos destinos mais procurados pelos adeptos do montanhismo no Brasil. Abriga o terceiro ponto mais alto do País, o Pico da Bandeira, com 2.892 metros de altitude. Além das trilhas, os visitantes podem se deliciar com banhos em cachoeira e piscinas naturais, observar deslumbrantes visuais da Serra do Caparaó e região, com belos espetáculos no alvorecer e no pôr-do-sol.

 

 

Itaúnas: é uma agradável vila litorânea que fica quase na divisa com a Bahia, onde se pode tomar banho de rio, de mar, e dançar um forró pé-de-serra que já tornou a vila famosa no Brasil inteiro. As praias maravilhosas, de areia dourada, céu limpo e águas mornas e suaves são o cenário desse sonho. As Dunas de Itaúnas, que ficam no caminho entre a vila e a praia, dão um charme todo especial para o lugar. Debaixo das areias se esconde uma cidade: a antiga vila de Itaúnas.

 

 

Parque Estadual da Pedra Azul: com suas trilhas até a formação rochosa coberta de liquens que mudam de cor de acordo com a incidência do sol é uma bela atração capixaba. Uma das caminhadas termina nos poços para banho formados no pico da pedra pela ação do tempo e das chuvas. Ao lado do parque, a Fazenda Fjordland promove passeios a cavalo até um mirante. Lá, os visitantes podem se refrescar nas piscinas naturais ou conhecer a plantação de café. Mais radical, o rafting no Rio Jucu passa por trechos mais calmos ou atribulados do curso d’água.

 

 

Pedra Azul: a região recebe esse nome por conta de sua principal formação rochosa, uma montanha que varia de cor de acordo com a posição do Sol. Para subir a Pedra Azul é possível fazer o circuito a pé, ou de bike elétrica, existem trilhas mais curtas e outras mais longas. Para os que se aventurarem, encontrarão piscinas de água natural lá no topo.

 

 

Aracruz: o município fica no litoral norte do estado e encanta pelas atrações naturais. Não deixe de visitar a praia de Grumaté. Espere encontrar um mar de águas tranquilas que se mistura com as árvores baixas, típicas de mangue. Além disso, você pode fazer um passeio de barco pelo rio Piraquê-açu com direito a parada para banho.

 

 

Serra: o município de Serra que fica bem pertinho da capital Vitória. Por lá você encontrará praias menos urbanas que a da capital como é o caso de Jacareípe e a praia das falésias, com um visual bem particular. Não pense que Serra é apenas mais uma cidade litorânea, os amantes de artes vão adorar conhecer a Vila das Artes, uma região da cidade onde os artistas abrem as portas dos seus ateliers para receber visitantes.

 

 

Fonte: Wikipedia, guiaviajarmelhor.com.br, qualviagem.com.br, obaudoviajante.com.br

 

Toda semana um novo estado! Não perca nosso blog!

 

Viaje pelo Brasil com a Fator 6! Você vai se surpreender!